Escrever é necessário para o psicanalista e para o ensinante.
Como psicanalista, deve-se dar testemunho do próprio afazer; deve-se presentificar a psicanálise no mundo.
Como pesquisador/ensinante, deve-se prestar contas do próprio ofício à comunidade acadêmica e a todos que se interessem pelo saber aí decantado. Fazê-lo a partir da posição de analista significa produzir um outro estilo de saber, diverso da mestria; um saber avisado da própria inconsistência/incompletude, lastreado na verdade do desejo.
Este site está sendo construído em resposta (entre outras) a tais compromissos.

De nossa posição de sujeitos, somos sempre responsáveis” (Jacques Lacan, A Ciência e a Verdade.)


Menu Principal


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/noemiacrespo/www/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Links Externos


Warning: Parameter 1 to modMainMenuHelper::buildXML() expected to be a reference, value given in /home/noemiacrespo/www/libraries/joomla/cache/handler/callback.php on line 99

Login



Projeto Ação e Paz (ou Fica Vivo) •PDF• •Imprimir• •E-mail•
•Escrito por Noêmia Crespo•   
••Seg•, 12 de •Junho• de 2006 00:00•

 

OSCIP PAZ ESPÍRITO SANTO

1- Premissas

Hoje, no Brasil, morrem por ano cerca de 45.000 pessoas vítimas de criminalidade violenta. Este verdadeiro genocídio se concentra em bairros pobres das periferias urbanas, tendo como agentes e vítimas preferenciais jovens negros e pardos entre 14 e 29 anos de idade.

As taxas de violência letal são muito mais elevadas nas  comunidades pobres e degradadas que nos bairros ditos “nobres”. No Rio de Janeiro, por exemplo, um bairro de classe média-alta da Zona Sul pode ter uma taxa de homicídios digna de primeiro mundo, de 4,7 para cada 100.000 habitantes – enquanto uma favela da Zona Oeste pode atingir um índice de 84 homicídios para 100.000 habitantes (fonte: Ramos, 2004).

??LAST_UPDATED2??
Saiba mais...
 
A Psicanálise Morreu? •PDF• •Imprimir• •E-mail•
•Escrito por Noêmia Crespo•   
••Qua•, 09 de •Agosto• de 2006 00:00•
Ciclicamente, a mídia traz reportagens sobre o declínio da Psicanálise, seu anacronismo, sua irrelevância; sobre a duração inconveniente de seus tratamentos, a limitação de sua eficácia, a opacidade de sua teoria. Freud estaria superado;  Lacan seria  ilegível. Psicofármacos, terapêuticas focadas na superação dos sintomas, auto-ajuda, psicoginásticas – o mercado agora ofereceria alternativas múltiplas, mais modernas e mais rápidas, para enfrentar o sofrimento psíquico.
Será? Leia o Artigo Completo
 
Atè... •PDF• •Imprimir• •E-mail•
•Escrito por Noêmia Crespo•   
••Sex•, 25 de •Novembro• de 2005 00:00•

ATÈ, DÍVIDA COM OS DEUSES E COM OS ANCESTRAIS: DO ENIGMA DO DOM A UMA ÉTICA DO DESEJO

O artigo comenta, à luz da teoria psicanalítica lacaniana, algumas das teses sustentadas pelo antropólogo Maurice Godelier em seu livro “O Enigma do Dom”. Para Godelier,  toda sociedade humana institui algo de não-negociável como ponto fixo em torno do qual gira a dinâmica das trocas. Este eixo de referência seria representado pela coletividade como saldo de uma dívida impagável para com seus deuses e seus ancestrais. Lacan, por sua vez, teoriza a ética da Psicanálise propondo que o desejo seja tomado como referência para a ação; e o desejo, como ele o conceitua, está estreitamente relacionado à dívida simbólica de cada sujeito para com as gerações que o precederam. 

 

Artigo Completo
 
<< •Início• < •Anterior• 1 2 •Próximo• > •Fim• >>

•Página• 2 •de• 2

Quem está Online

•Nós temos• •13 visitantes• •online•